…Carta a Mãe!


Kafka escreveu Carta ao Pai, se juntar todas as cartinhas que já fiz para minha mãe acho que da pra lançar um Carta a mãe.Ao contrário de Kafka meu livro seria retratando os filhos que tem boa relação com os pais.

Como vcs sabem de posts anteriores meus pais são separados, no dia das mães e aniversários dela eu e meu pai sempre iamos juntos comprar o  seu presente , eu adorava, porém quando meu pai foi embora as datas comemorativas referentes a ela passaram a ser eu , meu irmão e ela, ou seja sem papai sem presente extravagante.

Fazia de tudo pra poder compensar,era um dia especial, ja preparava da noite anterior qd ela ia dormir fazia um bolo, claro nada de batedeira pra ela não acordar, era batido a mão mesmo, no outro dia acordava cedinho fazia um café da manhã e levava na cama sempre junto com uma rosa(troco do lanche do colégio,a unica coisa q dava pra comprar), e claro a cartinha.

Já fiz festa surpresa na casa da vizinha, qd sobrava uns trocados a mais mandava a super brega telemensagem mas sabe como é mãe, se derrete.De lá pra cá foram muitas cartinhas.

Tenho uma grande admiração por meus pais, tanto pela história de vida de cada um deles(já contei a do meu pai : meu paiaço) como por terem me ensinado muito e sempre foram pais maravilhosos.

Quando meu pai foi embora, mami teve que tomar conta sozinha do mercadinho da família, e então sua vida se resumia a casa mercadinho, mercadinho casa, tudo isso pra poder dar o melhor pra eu e meu irmão.E me da um aperto tão grande no peito em saber o tanto que minha mãe abdicou, não tem feriado, férias, não sai pra canto nenhum, passou 8 anos sem ver meus avós e familiares de Irecê. E só foi pq eu praticamente arrastei, no primeiro de janeiro desse ano.

O sonho dela é ter uma casinha lá em Irecê pra ficar mais perto das minhas minhas tias e da minha vó e vô, agr só do meu avô.Respira Maciel, dói tanto saber que ela perdeu todo esse tempo longe , se contentando com os telefonemas nos fim de semana pra matar a saudade.

São 8 anos de história escrita em telefonemas, o tanto de coisa que ela não viveu junto a minha avó e meu avô, e agora que ela prometeu qd foi em janeiro que não ia mais passar tanto tempo sem  ir a Irecê, ,minha vozinha se foi…não  da pra se recuperar tempo.

Não se afaste dos seus familiares, amores por causa de trabalho, por causa de dinheiro, isso tudo se acaba , o que faz uma vida são as histórias vividas, os laços, as memórias criadas por momentos compartilhados. Telefone, internet isso não é ficar perto, nada se compara um abraço forte olhar no olho e como eu tava com saudade de vc.Tempo não vivido, não se recupera.

Sei que não é culpa dela pq ela é como eu, se cobra muito, é organizada com seus compromissos.Aquela agenda que só ela entende, e não posso viajar mila eu tenho coisas pra pagar, compromissos.E isso tudo pra poder dar o melhor pra mim e meu irmão.

E foram 5 anos sem cafés da manhã, mas esse ano fiz uma cartinha como sempre fiz antes de vim embora pra cá.E sabe o que ela me disse quando recebeu?Eu tenho todas as cartinhas guardadas, e quando vc publicar(sim, tô escrevendo um livro só não sei qd vou terminar) seu livro e for famosa vou emoldurar suas cartinhas.

Os presentes extravagantes ela nem se lembra , coisas simples como uma carta podem significar muito mais. Amor, demonstrações de carinho, gestos simples valem mais que muito presente caro.

Ontem foi aniversário dessa pequena grande mulher que é minha mãe.Agora vos deixo a cartinha que a enviei:

 

Querida mãezinha,

 

Você  já deve ter uma coleção de tantas e tantas cartinhas dizendo o quanto eu a amo,  que não tenho dinheiro mas tenho o maior presente que posso lhe dar que é o meu amor. Lembrei de quando acordava cedinho e fazia seu café da manhã, levava na cama  junto com a cartinha.

Esse aniversário quero principalmente lhe agradecer por ser a melhor mãe que alguém pode ter , sempre carinhosa, atenciosa, preocupada, obrigada em especial por ter me feito ser quem sou hoje, por ter acredito em mim quando vim fazer vestibular aqui 5 anos de saudade, de esforço diário pra me manter aqui, e já to tão pertinho de conseguir realizar meu sonho de ser engenheira eletricista, e devo tudo isso a senhora.

Meu exemplo de mulher, que me inspira sempre a vencer as batalhas diárias que enfrento aqui, é minha força e base pra seguir em frente nas horas mais difíceis sempre com dignidade, e respeitando os outros como me ensinou desde pequena. Tem um coração enorme, é generosa e faz o que puder pra me dar o melhor, e sou eternamente grata por isso.

Tantos queriam ter a mãe que eu tenho e a oportunidade de poder seguir meus objetivos, obrigada por ter me criado para o mundo, por ter me feito uma pessoa sem medo de enfrentar qualquer coisa e lugar.

Meu espelho, minha inspiração, minha força, minha base, tudo o que sou e o que serei devo a senhora, muito obrigada palavras serão sempre insuficientes para dizer o quanto eu agradeço por tudo, e o quanto o meu amor é imenso.

Minha formatura ta chegando, pois é vou ser engenheira eletricista e futuramente mestre , em seguida a senhora poderá dizer que tem uma filha doutora.Mais um grande passo na minha vida, e daqui em dia o que eu puder fazer pra retribuir tudo que a senhora fez por mim não medirei esforços para tal.

Parabéns por mais um ano de vida, e que venha muitos e muitos mais e que estes próximos serão regados além de cartas muitos e muitos presentes.

 

Com amor, Mila.

…ao som de Norah Jones!

 

 

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: