…Band of Brothers!

Há poucos dias  estava a conversar com um amigo sobre seriados, e papo vai, papo vem surge The Pacific na conversa, eu ,minha curiosidade aguçada  e meu vício por séries prontamente fui ao oráculoquetudosabe,  google ,obter mais informações sobre a mesma… descobri que se trata de um épico sobre a segunda guerra  co-produzida por nada mais nada menos que Tom Hanks e Spielberg lançado esse ano como continuidade de outro épico Band of Brothers.

Como gosto das minhas coisas em ordem fui primeiramente para Band of Brothers, a sinopse e os co-produtores conseguiram me conquistar e fui então à saga de doze horas dos seus 10 episódios+extra, divididas entre universidade e afins…estou aqui após as horas e mais horas de uma belíssima produção de tirar o fôlego pra dizer para aqueles que gostam de série, épico e produções fodasticas e aqueles que não gostam tb que se tiverem oportunidade assistam, essa minisérie é do tipo coisas que vc deve assistir antes de morrer .

A veracidade das cenas  muito bem feitas é de um tal realismo que da pra sentir a emoção do garotinho que se delicia com seu primeiro chocolate presenteado por um dos soldados da companhia Easy.Desde o início do árduo treinamento nos EUA para ser da Airbourne 101(paraquedista) até a longa chegada na Inglaterra, a invasão da Normandia no dia D e as batalhas que decorreram ao longo da Europa até a Alemanha e o fim da Guerra, Band of Brothers, prende sua atenção a todos os instantes.O céu chovendo soldados com seus paraquedas e a coragem no peito, os gritos de desespero Incomiiiing,mediiiiic, a solidariedade de companheiros que se tornam irmãos, a condição sub-humana de vida nas trincheiras, o frio extremo da batalha em Bastogne, o sofrimento e a esperança nos olhos dos sobreviventes…

Eu percebi o quão viciada em séries eu sou, qd reconheci boa parte dos personagens principais de outros seriados : o major Winters é o Charlie Crews de Life,o Nixon foi um dos namorados da Carrie em Sex and the City,o Joe era o agente Charlie de Fringe, Guarnere participou de um dos episódios de Criminal Minds, o capitão Sobel é o Ross de Friends, esses foram os que eu reconheci de series que eu ja assisti ou assisto.

“Grandpa, were you a hero in the war?’ Grandpa said :No… but I served in a company of heroes…”

Vos deixo a sinopse , alguns detalhes da milionária produção e pra deixar um gostinho do que é Band of Brothers o trailer:

Trailer 1

Trailer2

Band of Brothers, conta a história da Companhia Easy, 506º Regimento da 101ª Divisão de pára-quedistas do exército norte-americano. A história começa em 1942, quando o exército norte-americano decide recrutar voluntários para uma arma que poderia decidir os rumos da guerra: uma divisão de soldados capazes de saltar atrás das linhas inimigas e combater a partir do interior da Europa.

Influenciados por um artigo que havia sido capa da revistaTime, durante quinze meses os soldados da Companhia Easy foram submetidos a um dos mais rigorosos treinamentos da história militar norte-americana. O resultado foi um grupo de elite, homens com estreitos laços de amizade e companheirismo, além de uma habilidade notável para o combate.

Em setembro de 1943, a 506 foi transferida para a Inglaterra, como parte dos preparativos da maior mobilização bélica já ocorrida na história da humanidade, oDia D, ocorrido em 6 de junho de 1944.

>Enquanto O resgate do Soldado Ryan mostrou a invasão anfíbia dos exércitos aliados na costa da Normandia, Band of Brothers acompanha a invasão no interior da França. O objetivo dos pára-quedistas era liberar corredores de ligação para impedir um possível contra-ataque alemão às costas. Tais eventos são mostrados no capítulo 2 – O dia dos dias – escrito por John Orloff – Dirigido por Richard Loncraine -, que consegue ser superior aos excepcionais primeiros trinta minutos de O resgate do soldado Ryan.

Depois disso, a Easy, que teve um dos maiores números de baixas de todas as companhias aliadas, combateu na malfadada operação tática Market Garden (episódio dirigido pelo próprio Tom Hanks), defendeu posições na sangrenta batalha de Bulge (a maior ofensiva alemã na Bélgica), invadiu a Alemanha e finalmente rendeu o quartel-general de Adolf Hitler, o ninho da águia, em Berchtesgaden.

Para reproduzir com maior fidelidade os campos de batalha da Segunda Guerra Mundial foram necessários mais de 10 mil atores extras, cerca de 700 armas autênticas, 400 armas de borracha e cerca de 14 mil caixas de munição em cada dia de filmagem. Além disso, tanques da Segunda Guerra foram restaurados, um avião C-47 autêntico foi usado e a vila que serviu como cenário para 11 cidades européias tinha o tamanho de nove campos de futebol americano. A série teve custos de produção e cenários mais caros que os do filme O Resgate do soldado Ryan a produção custou cerca de US$ 125 milhões e demorou 9 meses para ser finalizada, o que rendia à série o título de maior e mais cara já feita para a televisão, sendo batida em 2010 pela nova produção, sobre o mesmo assunto, de Tom Hanks e Steven Spielberg denominada The Pacific.

Ps: E vamos agora a The Pacific!


…ao som de Bob Dylan!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: